• Admin

Coach ou Consultor - Sinergia nas Distinções


Por Renato Morandi

Antes de falarmos sobre a sinergia entre os papeis de Coach e Consultor, é preciso clarificar a definição de ambos. De acordo com Janet Harvey (Choice vol.7 setembro 2009):

COACH:

- Contribui com curiosidade incondicional que cria consciência e acessa forças ocultas;

- Foca atenção nas pessoas e relacionamentos através de escuta ativa e visão sistêmica;

- Co-cria ambiente para comunicação direta, questões poderosas e formação de times para obter novos resultados.

CONSULTOR:

- Contribui com conhecimento e competência técnica para criar o resultado desejado;

- Proporciona avaliação objetiva e analítica com conteúdo relevante para recomendar mudanças;

- Co-cria respostas e planos de ação com indivíduos e times para mudança efetiva.

E o que as duas abordagens têm em comum?

- Integram novos conhecimentos com contribuições para o indivíduo e cultura organizacional;

- Catalisam soluções pensadas que combinam técnica e competência interpessoal;

- Impulsionam a sustentabilidade de novas ideias desenvolvendo credibilidade;

- Melhoram conexão e ação reduzindo conflitos competitivos paralisantes.

Reforço a ideia de que os consultores, ao utilizarem abordagens de Coaching em seus projetos, aumentam a própria capacidade de lidar com a natural às mudanças propostas. Além disso, abordagem de Coaching mesclada com consultoria provê:

- Clareza de papeis dos envolvidos no projeto;

- Alinhamento dos principais patrocinadores do projeto;

- Criação de espaço para que os clientes assumam responsabilidade no projeto;

- Que integrantes da organização assumam os projetos após o trabalho do consultor terminar;

- Possibilidade de criar um ambiente de aprendizado organizacional reduzindo resistência natural a mudança e analisando a adequação de crenças e modelos mentais;

- Otimização do cronograma do projeto;

- Redução da sensação de "vazio" quando a consultoria termina e de "incompetência” enquanto a consultoria coleta informações e analisa dados.

Considerar as vantagens e desvantagens de cada abordagem de acordo com o projeto e os objetivos contribui para a clareza da contratação e alinhamento de expectativas.