• Admin

O impacto do primeiro contato - Parte 3

Uma Casa Muito Especial – Fazer Por Renato Morandi


Apresentarei a terceira de quatro preferências com que os seres humanos iniciam o estabelecimento de contato entre si, de acordo com Paul Ware, através da metáfora das CASAS ESPECIAIS, criada por Rosemary Napper. Esta CASA ESPECIAL é a do Fazer e apresenta as seguintes características:

- É uma casa onde existe muito movimento;

- Seu DONO está buscando algo para fazer a todo instante;

- Ao chegar em sua porta, o visitante necessitará encontrar como chamá-lo, já que sua campainha não está claramente disponível.


Este convite para que o visitante comece a procurar a campainha (fazer) já é um exemplo de convite para sintonizar com o DONO desta casa. Este DONO constantemente fala das coisas que faz ou que precisa fazer em sua casa. Sempre existem muitos planos e uma longa lista de afazeres, embora nem todos sejam concluídos ou ­finalizados - o importante é o quanto existe para fazer.


Aqui, como nas outras CASAS, se você encontrar algo para fazer com o DONO, permanecendo nesta atividade durante algum tempo, ele lhe convidará para a entrar e conhecer a sala de estar. Na sala de estar haverá então muito conforto e um ambiente agradável para descontrair um pouco, afi­nal, depois de tanto fazer, faz-se necessário integrar o sentir. Então, a conversa irá pelos caminhos de como o DONO desta casa se sente com tamanha quantidade de tarefas por fazer, que tarefas o fazem sentir-se bem (outras nem tanto), o que não concluir algumas tarefas o faz sentir e outras na mesma direção.


A conversa já está aquecida neste momento e então o DONO desta casa poderá começar a falar sobre o que ele pensa. Fique atento para você não introduzir esse assunto ou avançar com muito entusiasmo, pois este assunto está reservado para o quarto de dormir e como uma parte íntima da casa, deverá ser respeitada. Ações e comentários cautelosos são requeridos neste aposento.


Você é dono ou conhece alguém que tem uma casa como esta?


Nesta casa especial você só entra se perceber nos primeiro minutos como agir e depois que entrar, ser sensível aos temas reservados. Não é uma casa nem melhor, nem pior que as outras três (sentir, pensar, não fazer). É uma casa distinta, onde agora que você a conhece, poderá observar e encontrar formas de lidar com seu DONO.


Experimente tomar uma Ação em suas relações com os DONOS desta casa especial!